18/05/2013 - Autoridades prestigiam abertura do Campeonato Brasileiro de Gueitebol

O 30º Campeonato Brasileiro de Gueitebol, disputado no Nikkey Clube de Marília, está movimentando a cidade neste fim de semana. O torneio termina no domingo. Estão participando cerca de 1.250 atletas de seis Estados, de 207 equipes inscritas, representando 22 das 25 regionais existentes no país.

As equipes são representantes dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Paraná, Pernambuco, Mato Grosso e Mato Grosso Sul, divididas em três categorias: diamante (acima de 72 anos), Ouro (acima de 60) e prata (para qualquer idade).

Na abertura, realizada neste sábado, estiveram presentes autoridades como o deputado federal Walter Ihoshi e o secretário municipal de Esportes, Gastão Pinheiro Júnior, que procuraram destacar a importância desse torneio para Marília.  "É uma integração do esporte entre descendentes e não descendentes da colônia", afirmou o deputado. Também prestigiou o evento o presidente da União dos Clubes de Gueitebol do Brasil, Seizi Oga.



Esporte

O gueitebol foi criado em 1947 no Japão. É jogado em um campo retangular de 20 a 25m de comprimento e 15 a 20 metros de largura. Cada campo tem três gates e um goal pole. É jogado por dois times, vermelho e branco, de cinco jogadores.

Os jogadores têm bolas numeradas correspondentes com sua ordem de jogo. As bolas são vermelhas ímpares e as brancas são pares. Os times marcam um ponto por bola rebatida com o stick (taco) que atravesse um gate (arco) e dois pontos por atingir o goal pole (pino central). Um jogo de gueitebol tem duração de 30 minutos.


Após a partida (Marília venceu Cuiabá por 15 a 6), os atletas se cumprimentam.


Jogadores mais antigos de cada delegação receberam homenagens.


Nikkey Clube contou com grande número de voluntários para recepcionar os visitantes.
19/5/2013
[Verso para impresso]
  BY COMBR