30/10/2015 - Escola de Língua Japonesa busca intercâmbio com Higashi Hiroshima

 

           Com a visita do prefeito de Higashi Hiroshima, Yoshio Kurata, ocorrida nesta semana, a Escola Modelo de Língua Japonesa do Nikkey Clube de Marília pretende firmar um intercâmbio com escolas daquela cidade para troca de correspondências entre os alunos. O prefeito, presidente da Câmara Municipal de Higashi, Mamoro Yasmashita e do chefe de gabinete Fumihiko Sobiki, conheceram a estrutura da escola mariliense e também uma apresentação dos alunos.

 

            Bastante emocionado com as homenagens, inclusive a música apresentada pelos jovens lembrou-se da sua infância, o prefeito Yoshio Kurata elogiou a postura dos alunos da escola mariliense, principalmente quanto ao respeito aos pais e mais velhos, além de preservar a origem e os costumes. Em seu discurso, lamentou que, devido à globalização, esse tipo de cultura tem se perdido, inclusive no Japão. Mas, constatou que na escola do Nikkey isso vem sendo preservado, inclusive o respeito um pelo outro.

 

            Considerada uma das mais tradicionais do Estado de São Paulo, a escola modelo do Nikkey funciona há aproximadamente 85 anos e como escola modelo há 21 anos. Além do idioma (escrita e conversação), a escola oferece aulas de música (canto e instrumental), oficinas de dobradura e artes, aulas de shodô (caligrafia japonesa com pincel), mangá e culinária, onde os alunos podem ficar em contato direto e aprender sobre tradições e sobre a cultura do Japão.

 

            INTERCÂMBIO– De acordo com a vice-presidente Cultural/Educacional do Nikkey, Flávia Helena Rodrigues Vieira, a visita da comitiva de Higashi Hiroshima foi muito importante para essa aproximação cultural dos alunos dos dois países.

 

            No caso dos alunos da Escola Modelo de Língua Japonesa do Nikkey, a troca de correspondência fará com que possam treinar um pouco mais o aprendizado. E, para os colegas japoneses, conhecer um pouco mais sobre a cultura no Brasil, inclusive coisas novas que são do desconhecimento deles.

 

            Flávia explicou que, com a divulgação do trabalho desenvolvido pela escola, está havendo uma procura cada vez maior de não descendentes de japoneses, o que mostra mais uma vez a importância da globalização. A Escola Modelo de Língua Japonesa está localizada na Rua Paes Leme, 543 (Kai Kan) e informações também pelo telefone (14) 3433-4187. As aulas são ministradas pelas professoras Lúcia Lyca Nakamura e Agnes Kanna Yuba, com alunos a partir dos cinco anos de idade.

      

Veja as fotos AQUI

______________________________________________________________

Nikkey Clube de Marília - Assessoria de Imprensa

Jornalista responsável: Klaus A. Bernardino (MTb 33.656)

Contatos: 99700-2463 ou 3306-5236

30/10/2015
[Verso para impresso]
  BY COMBR