09/05/2011 – WORKSHOP DE TAIKÔ ACONTECERÁ EM JUNHO

O Nikkey Clube através de seu Departamento de Taikô realizará nos dias 04 e 05 de Junho um Workshop de Taikô, sem fins lucrativos, cujo objetivo é de esclarecer e orientar os interessados na prática dessa arte milenar. Além disso, o intuito é de prepará-los para uma futura adesão ao grupo Hibiki Wadaiko.

Durante o Workshop serão abordados temas como cultura, teoria do taikô bem como sua prática, tendo a mescla com vídeos, exercícios, palestras, sorteios e coffe break.

Poderão participar pessoas a partir dos 12 anos. De acordo com o departamento, o workshop no dia 04 será das 15h ás 19 horas e no dia seguinte das 14h ás 18 horas.

As inscrições para o Workshop será até o dia 27/05 (sexta-feira) pelo site www.hibiki.com.br ou através da secretaria do Nikkey através do telefone (14) – 3433-4187. Ressaltando que as vagas para o workshop são limitadas, são apenas 35 vagas.

Saiba mais sobre o Taikô:

A palavra Taiko significa "grande tambor" em Japonês. Fora do Japão a palavra é usada frequentemente para referir-se a alguns dos vários tambores japoneses, wa-daiko, "Tambor Japonês", em Japonês). A origem do Taiko data-se da Era Jomon e Yayoi há dois mil anos e eram utilizados como meio de comunicação entre as pessoas que estavam em locais diferentes. Eram também utilizados em festividades religiosas e sociais, um valioso instrumento de comunicação com a alma dos antepassados e com os Deuses.
Os tipos de taikos mais comuns no Brasil sao:
O nagado-daiko (taiko de corpo longo) consiste de duas peças de pele de vaca estendidas e tensionadas sobre um corpo de madeira (tradicionalmente escavado em uma única peça, mas hoje em dia feita de tábuas como um barril). As peles do tsukeshime-daiko (às vezes chamado simplesmente de "shime-daiko" ou "shime") são estendidas sobre anéis de aço e montadas como um sanduíche sobre um corpo menor. O okedo-daiko (taiko com corpo em barril, normalmente chamado de "okedo" ou "oke") é confeccionado da mesma maneira que o shime-daiko porem com variando no tamanho, pode ser montado sobre um suporte, mas também fixado com alças e carregado nos ombros do percussionista que pode assim andar e tocar ao mesmo tempo.
O maior taiko é o Odaiko, que utiliza a pele bovina, tem forma de tonel e é amarrado com barbante. Pode ter mais de três metros de diâmetro e pesar mais de uma tonelada. O Odaiko pode ser executado por até dez pessoas, utilizando-se de baquetas.

9/5/2011
[Verso para impresso]
  BY COMBR